ENCRUZILHADA DE MUNDOS: REVOLUÇÕES AMEFRICANAS E COSMOPOLÍTICAS ANTI-COLONAIS

Main Article Content

Tadeu de Paula

Resumo

Nesse ensaio analisaremos, a partir do conceito de améfricanidade desenvolvido por Lélia Gonzales, alianças possíveis entre as cosmopolíticas Yanomamis e Yorubás, frente a cosmopolítica da modernidade pautada a partir do mito civilizatório do contrato-social. Nesse sentido, os estudos sobre cosmologias ameríndias e africanas tem uma função central, uma vez que descortinam o que o conceito homogeneizante de raça tenta anular: uma multiplicidade de modos de vida radicalmente distintos dos modos de vida capitalista. Analisamos os modos como a democracia racial atualizou o mito civilizatório da modernidade na medida em que nega o racismo e o genocídio, bem como as estratégias e cosmovisões améfricanas e suas potencias revolucionárias.

Article Details

Como Citar
DE PAULA, Tadeu. ENCRUZILHADA DE MUNDOS: REVOLUÇÕES AMEFRICANAS E COSMOPOLÍTICAS ANTI-COLONAIS. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 13, n. 37, p. 556-581, ago. 2021. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1123>. Acesso em: 23 out. 2021.
Seção
Ensaios