OS 100 PRIMEIROS DIAS DE UM PRIMEIRO REITOR NEGRO: O CASO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Main Article Content

Valter Joviano de Santana Filho

Resumo

Em 2008, em meio a polêmicas e certa desconfiança, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) aprovava a versão inicial da sua política de ações afirmativas. Naquele momento, poucos imaginariam que, mais de uma década depois, a mesma instituição viveria outra experiência singular, mas que estava certamente relacionada ao primeiro movimento: a UFS elegia e via tomar posse o seu primeiro reitor negro. Neste pequeno texto, apresento o relato da minha experiência nos primeiros 100 dias como reitor da única universidade pública de Sergipe.

Article Details

Como Citar
FILHO, Valter Joviano de Santana. OS 100 PRIMEIROS DIAS DE UM PRIMEIRO REITOR NEGRO: O CASO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 13, n. 37, p. 592-602, ago. 2021. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1276>. Acesso em: 23 out. 2021.
Seção
Políticas de Ações Afirmativas: Subsídios para o debate de aprimoramento