“ENTRE A MENTE E O CORAÇÃO” : ESCREVIVÊNCIAS NEGRAS EM XENIA (2017)

Main Article Content

Elisângela de Jesus Santos

Resumo

A partir da escuta do primeiro álbum solo de Xenia França (Xenia, 2017), refletimos acerca do legado negro africano sob prisma da canção popular. Propomos “linhas de aproximação” das narrativas cancionais de Xenia enquanto “escrevivências negras” (EVARISTO, 2020) demarcando o álbum como “espaço seguro” de protagonismo feminino negro como exercício de autorreflexão e autoafirmação (LORDE, 2020; COLLINS, 2019). A vivência artística na sustentação de voz própria resulta numa metalinguagem da trajetória profissional e pessoal de Xenia compondo imagens e discursos repletos de interfaces afrodiaspóricas com inserção política antirracista. O artigo retroage e re-alimenta as escutas do disco, possibilitando articulações entre distintas linguagens artísticas (canção popular e literatura brasileira) na perspectiva de intelectuais negras condutoras do legado africano em diálogo com as ciências sociais na contemporaneidade.

Article Details

Como Citar
SANTOS, Elisângela de Jesus. “ENTRE A MENTE E O CORAÇÃO” : ESCREVIVÊNCIAS NEGRAS EM XENIA (2017). Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 13, n. 36, p. 340-360, maio 2021. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1258>. Acesso em: 23 out. 2021.
Seção
Dossiê Temático