AÇÕES AFIRMATIVAS E ENSINO REMOTO: PARA ALÉM DA INCLUSÃO DIGITAL

Main Article Content

Karina Pereira dos Santos http://orcid.org/0000-0003-1876-3324 Simone Aparecida dos Santos Vital http://orcid.org/0000-0002-6424-4667 Lisandra Espíndula Moreira http://orcid.org/0000-0001-9356-3416

Resumo

Em 2020, por conta da crise sanitária desencadeada pela Covid-19 e da necessidade de isolamento social, as universidades colocaram-se diante da difícil transição para o Ensino Remoto Emergencial (ERE). Buscamos neste artigo analisar as medidas construídas para minimizar desigualdades e garantir acesso às atividades virtuais, sob o enfoque das questões raciais e ações afirmativas. Utilizamos como estratégia metodológica a análise documental, registrando e investigando os materiais produzidos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) na organização da retomada das atividades de forma remota e suas repercussões para órgãos específicos e coletivos estudantis. Os materiais evidenciam a ênfase na inclusão digital, não abordando de maneira direta as ações afirmativas e a educação antirracista. Por outro lado, algumas manifestações pressionam a instituição para que não fique ninguém para trás.

Article Details

Como Citar
SANTOS, Karina Pereira dos; VITAL, Simone Aparecida dos Santos; MOREIRA, Lisandra Espíndula. AÇÕES AFIRMATIVAS E ENSINO REMOTO: PARA ALÉM DA INCLUSÃO DIGITAL. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 13, n. 37, p. 456-484, ago. 2021. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1167>. Acesso em: 23 out. 2021.
Seção
Artigos