REFLEXOS DAS DESIGUALDADES RACIAIS: A ESCRAVIDÃO ENQUANTO INSTITUIÇÃO E A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO CONTEMPORÂNEO

Main Article Content

Rhuann Lima Fernandes

Resumo

Este ensaio teórico propõe uma discussão acerca dos processos recentes de flexibilização e de precarização do trabalho, atentando para a particularidade da população negra, cujas experiências de vulnerabilidade se acentuam. Neste trajeto, a escravidão enquanto instituição social é recuperada para demarcar as condições históricas de manutenção dessa vulnerabilidade, uma vez que tal processo marca as práticas sociais de maneira estruturante.

Article Details

Como Citar
FERNANDES, Rhuann Lima. REFLEXOS DAS DESIGUALDADES RACIAIS: A ESCRAVIDÃO ENQUANTO INSTITUIÇÃO E A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO CONTEMPORÂNEO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 13, n. 35, p. 292-320, fev. 2021. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/879>. Acesso em: 14 abr. 2021.
Seção
Artigos