EDUCAÇÃO ESCOLAR QUILOMBOLA: INTERFACES, TRAVESSIAS E FRONTEIRAS DA PRÁTICA DA PEDAGÓGICA

Main Article Content

Creusa Barbosa dos Santos Trindade Rosália Maria Ribeiro Aragão

Resumo

O artigo objetivou analisar a prática pedagógica dos professores que organizam os conteúdos curriculares na perspectiva de identificar as interfaces destes conhecimentos com os saberes ancestrais em uma escola de ensino fundamental localizada na comunidade de  Macapazinho, em Santa Izabel, Pará - Brasil, no sentido de compreender de que forma esses saberes contribuem para o desenvolvimento do currículo aplicado à população estudantil remanescente de quilombo, no que concerne  as atitudes, valores e autopertencimento étnico, relacionados às orientações das Diretrizes Curriculares para a Educação Quilombola (DCEEQ) e as Legislações 10.639/03 e 11.645/08, que normalizam a inclusão da temática História da África e dos africanos e suas contribuições para a formação da sociedade Brasileira no currículo nacional.

Article Details

Como Citar
TRINDADE, Creusa Barbosa dos Santos; ARAGÃO, Rosália Maria Ribeiro. EDUCAÇÃO ESCOLAR QUILOMBOLA: INTERFACES, TRAVESSIAS E FRONTEIRAS DA PRÁTICA DA PEDAGÓGICA. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 8, n. 18, p. 280-295, fev. 2016. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/52>. Acesso em: 18 set. 2020.
Seção
Dossiê Temático