Vivendo a Resposta: O Legado de Hansberry

Main Article Content

Omi Osun Joni L. Jones

Resumo

Esse artigo discute o legado da escritora e dramaturga afro-americana Lorraine Hansberry, cuja peça A Raisin in the Sun foi a primeira de autoria de uma mulher negra a estrear na Broadway e a primeira a ser dirigida por um homem negro (Lloyd Richards) naquele espaço artístico de grande prestígio. Ênfase especial é dada à sua atuação como ativista e intelectual pública, visando a apresentar um contraponto às análises acadêmicas que geralmente se restringem às análises de sua obra teatral. Esse enfoque é desenvolvido a partir de uma discussão das escolhas cotidianas que foram centrais em sua trajetória pessoal e profissional, evidenciando, dessa forma, sua obra pelo prisma da produção de um conhecimento de natureza fundamentalmente ativista. O artigo discute também os desafios enfrentados no processo de propiciar aos alunos uma visão mais ampla da magnitude do legado de Hansberry, através de uma abordagem mais abrangente sobre sua arte e seu ativismo político.

Article Details

Como Citar
JONES, Omi Osun Joni L.. Vivendo a Resposta: O Legado de Hansberry. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 1, n. 1, p. 39-51, jun. 2010. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/306>. Acesso em: 31 jul. 2021.
Seção
Artigos