BÁRBARA CARINE SOARES PINHEIRO: QUÍMICA, MÃE, NORDESTINA E MILITANTE NEGRA

Main Article Content

Gustavo Augusto Assis Faustino

Resumo

Bárbara Carine Soares Pinheiro nasceu em 1987 na periferia de Salvador, bisneta de Vicença, neta de Djanira Soares e filha de Teresinha Soares de Jesus. Bárbara conta que cresceu livre pelas ruas do seu bairro e que ainda se recorda muito bem do cheiro de barro vermelho, que sentia após o cair da chuva. Graduou-se em 2010 pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), mestra em 2012 e doutora em 2014. Professora do Instituto de Química na UFBA. Hoje, Bárbara se define como: pesquisadora crítico-decolonial, feminista antirracista, nordestina, pagodeira, bissexual, mulher cis negra, mãe, mas, também, não se define: abre-se num movimento constante de construir-se ou, talvez, de ser construída.

Article Details

Como Citar
ASSIS FAUSTINO, Gustavo Augusto. BÁRBARA CARINE SOARES PINHEIRO: QUÍMICA, MÃE, NORDESTINA E MILITANTE NEGRA. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 33, p. 674-678, ago. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1025>. Acesso em: 24 set. 2020.
Seção
Biografias