A CONSTITUIÇÃO DE CORPOS NEGROS EM ESPAÇOS DE EDUCAÇÃO INFANTIL: O LUGAR DA IDENTIDADE E DO PERTENCIMENTO ÉTNICO-RACIAL

Main Article Content

Cristina Teodoro

Resumo

Este artigo pretende discutir a constituição da identidade étnico-racial de crianças, em uma instituição de Educação Infantil, localizada na cidade de São Paulo. Ao mesmo tempo, visa explicitar como o corpo funciona como principal meio de se comunicar, no processo de construção identitária, particularmente, para as crianças negras. Entre os objetivos da pesquisa, buscou-se compreender se – e como – as crianças em idade pré-escolar compreendiam a identificação étnico-racial. O referencial teórico foi constituído em especial por aqueles que consideram a raça uma construção social. Em termos metodológicos, optou-se pela abordagem etnográfica. Os resultados mostraram que crianças de pouca idade conheciam e empregavam as categorias étnico-raciais e; verbalizavam o desejo de ter características associadas ao grupo de pessoas brancas, sendo o cabelo e a tonalidade da pele, as mais mencionadas. Tudo isso apontou para o fato de que os sentidos e os significados dados a brancos e negros já foram apropriados pelas crianças.

Article Details

Como Citar
TEODORO, Cristina. A CONSTITUIÇÃO DE CORPOS NEGROS EM ESPAÇOS DE EDUCAÇÃO INFANTIL: O LUGAR DA IDENTIDADE E DO PERTENCIMENTO ÉTNICO-RACIAL. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 33, p. 110-133, ago. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1005>. Acesso em: 30 set. 2020.
Seção
Dossiê Temático