W. E. B. DU BOIS NO CENTRO: DA CIÊNCIA, DO MOVIMENTO DE DIREITOS CIVIS, AO MOVIMENTO BLACK LIVES MATTER (Tradutores: Valter Roberto Silvério, Hasani Eliotério dos Santos e Fernando Oliveira da Costa)

Main Article Content

Aldon Morris

Resumo

É uma honra apresentar a palestra anual na Escola de Economia de Londres[1] ao Jornal Britânico de Sociologia em 2016. Minha palestra é baseada nas ideias derivadas do meu novo livro The Scholar Denied: W.E.B. Du Bois and the Birth of Modern Sociology (2015). Neste ensaio eu desenvolvo três argumentações. Primeiro, W.E.B. Du Bois e sua Escola de Sociologia em Atlanta foram os pioneiros da sociologia científica nos Estados Unidos. Segundo, Du Bois foi o pioneiro de uma sociologia pública que combinou criativamente sociologia e ativismo. E, finalmente, Du Bois foi o pioneiro de uma ciência social engajada relevante às lutas políticas contemporâneas incluindo o movimento contemporâneo Black Lives Matter[2].


 


[1] O British Journal of Sociology é um importante jornal internacional de sociologia publicado em nome da London School of Economics and Political Science (LSE). Com foco nas questões sociológicas sociais e democráticas de nosso tempo, esta renomada revista lidera o debate sobre questões metodológicas e teóricas importantes e controvérsias na sociologia contemporânea. O coordenador da tradução, e equipe, agradecem à licença concedida para a tradução por John Wiley & Sons Limited, em 8 de abril de 2020 sob o nº 35508 (PLSclear). E, também, ao Professor Aldon Morris e ao editor chefe do British Journal of Sociology Professor Nigel Dodd pelos esforços para que a tradução fosse possível. Foram incluídas notas de rodapé adicionais sempre que consideramos necessárias para facilitar o entendimento do texto.    In: https://onlinelibrary.wiley.com/page/journal/14684446/homepage/productinformation.html Pesquisado em 12/04/2020.


 


[2] Tanto o termo I can’t breathe (eu não consigo respirar) como o termo Black lives matter (vidas negras importam) marcam o ativismo afro-americano, mas também transnacional no século XXI após os casos de violência policial cometida contra jovens negros. O Black lives matter teve início em 2013 após a absolvição do policial George Zimmerman no assassinato do jovem Trayvon Martin, já o termo I can’t breathe advém de Eric Garner, vítima de violência policial e morto por asfixia no dia 17 de julho 2014 pelo policial Daniel Pantaleo em Nova York. Os casos tiveram origem nos EUA, mas tiveram adesão global, se caracterizando em uma mobilização transnacional contra a violência policial e o genocídio dos jovens negros.


 

Article Details

Como Citar
MORRIS, Aldon. W. E. B. DU BOIS NO CENTRO: DA CIÊNCIA, DO MOVIMENTO DE DIREITOS CIVIS, AO MOVIMENTO BLACK LIVES MATTER (Tradutores: Valter Roberto Silvério, Hasani Eliotério dos Santos e Fernando Oliveira da Costa). Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 32, p. 367-387, maio 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/892>. Acesso em: 05 jul. 2020.
Seção
Biografias