A LEI DOS SEXAGENÁRIOS COMO ESTRATÉGIA PARA MANUTENÇÃO DA PRECARIEDADE SOCIOESPACIAL NO BRASIL

Main Article Content

Julio Cesar Costa Manoel

Resumo

Este artigo busca ampliar o debate entre o espaço, o tempo e o social, analisando a lei dos sexagenários de 1885, entendida aqui como a última grande tentativa de manter a escravidão legal dos negros no brasil. O contexto marcado pela colonialidade, pelo gradualismo e pelo próprio diploma legal, reproduziram condições de precariedade para a população negra. A transição paulatina proposta pela elite se materializou como um retrocesso, e os debates para uma nova regra que trouxesse resultados significativos levantou questões socioespaciais, econômicas e políticas que proporcionaram um cenário favorável para a abolição definitiva da escravidão.

Article Details

Como Citar
CESAR COSTA MANOEL, Julio. A LEI DOS SEXAGENÁRIOS COMO ESTRATÉGIA PARA MANUTENÇÃO DA PRECARIEDADE SOCIOESPACIAL NO BRASIL. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. Ed. Especi, p. 12-31, abr. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/852>. Acesso em: 30 maio 2020.
Seção
Caderno Temático