A TRANSMISSÃO ORAL DE VALORES ANCESTRAIS NO CANDOMBLÉ COMO PRÁTICA EDUCATIVA.

Main Article Content

Eudaldo Francisco dos Santos Filho

Resumo

Este trabalho consiste em uma sucinta reflexão sobre as práticas e conhecimentos ancestrais do Candomblé que contribuem com a educação e com a formação de valores humanos na vida dos seus adeptos e dos sujeitos com quem se relacionam. Na construção deste estudo discorremos sobre a educação em seu acontecimento formal, não-formal e informal, bem como sobre a formação de valores dos indivíduos dentro destas práticas. Através de revisão bibliográfica discutimos sobre a educação e sua apropriação pelos grupos envolvidos na referida instituição religiosa. Discutimos brevemente sobre o advento do Candomblé como consequência da presença dos africanos no Brasil, e, a partir destes fatores, constatamos que existe importante processo formador de valor na realização da religião destacada. Concebemos assim, que existem possibilidades de uso de saberes gerados na ritualística candomblecista que podem contribuir positivamente no processo de educação formal.

Article Details

Como Citar
DOS SANTOS FILHO, Eudaldo Francisco. A TRANSMISSÃO ORAL DE VALORES ANCESTRAIS NO CANDOMBLÉ COMO PRÁTICA EDUCATIVA.. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 32, p. 269-296, abr. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/824>. Acesso em: 05 jul. 2020.
Seção
Artigos