TECIDO ADINKRA NA PERSPECTIVA ETNOMATEMÁTICA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

Main Article Content

Élida de Sousa Peres Erasmo Borges de Souza Filho

Resumo

 Este texto tem como objetivo apresentar a cultura dos tecidos adinkra enquanto prática de conhecimento matemático para formação de professores, com base nas ideias de D’Ambrosio sobre Programa de Pesquisa Etnomatemática; Mignolo na perspectiva da descolonialidade; Tchogninou tratando do simbolismo do tecido Adinkra e Vidal que retratar o simbolismo na moda afro-brasileira. De acordo com o que propõe a lei 10.639/2003, com discursões sobre história e cultura africana e afro-brasileira. Com isto, buscamos descolonizar os saberes acadêmicos, para valorização de saberes culturais para que seja possível trilha novos caminhos para prática educativa no ensino de matemática.

Article Details

Como Citar
PERES, Élida de Sousa; BORGES DE SOUZA FILHO, Erasmo. TECIDO ADINKRA NA PERSPECTIVA ETNOMATEMÁTICA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 31, fev. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/781>. Acesso em: 28 mar. 2020.
Seção
Artigos