BAQUE MULHER E SUAS RAÍZES NA MEMÓRIA CULTURAL/RELIGIOSA DO MARACATU NAÇÃO: UMA ANÁLISE DE PERFORMANCE

Main Article Content

VIVIANE de FARIA MOREIRA

Resumo

Em síntese o artigo que se segue afirma e a existência das performances presentes na linguagem loas do Maracatu Nação de Baque Virado. Tendo como diferencial o estudo de loas do Baque Mulher, um grupo composto exclusivamente por mulheres que transmitem através de suas escritas toda memória cultural religiosa das Nações de Maracatu de Baque Virado situadas em Recife-PE. Somado ao empoderamento e a luta do movimento feminista. Para tal digressão apoia-se, dentre outros, nas autoras: Anzalduá (2019), Butler (1990), Hooks (2013), Martin, (1997), Taylor (2015), que nos permite legitimar e visibilizar os estudos da memória e analisar as loas que transcorrem o campo da performance.

Article Details

Como Citar
MOREIRA, VIVIANE de FARIA. BAQUE MULHER E SUAS RAÍZES NA MEMÓRIA CULTURAL/RELIGIOSA DO MARACATU NAÇÃO: UMA ANÁLISE DE PERFORMANCE. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 11, n. Ed. Especi, p. 28-46, dez. 2019. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/764>. Acesso em: 21 fev. 2020.
Seção
Caderno Temático