JONGO DE ITAPEMIRIM E SUA RELAÇÃO COM A EDUCAÇÃO

Main Article Content

José Geraldo Oliveira Mion

Resumo

Este artigo constitui um esboço sobre a prática do jongo – manifestação folclórica
presente em alguns municípios da Região Sudeste do Brasil, enquanto sugestão de educação
para alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental “Narciso Araújo”. Seu objetivo
principal é contribuir, de forma significativa, através da Educação, com a sustentação da
memória da cultura popular local, neste caso, o folclore trazido por africanos que foram
escravizados no Brasil, enquanto marca de identidade da população de uma comunidade
específica, o Bairro Santo Antônio. Trata-se de uma pesquisa de campo abalizada em estudos de
diversos pesquisadores, entre eles, historiadores e jongueiros antigos, que ponderam o
problema, além de ir de encontro ao que determina a Lei 10.639/03, que menciona a
obrigatoriedade da temática “história e cultura afro-brasileira” na rede de ensino.

Article Details

Como Citar
OLIVEIRA MION, José Geraldo. JONGO DE ITAPEMIRIM E SUA RELAÇÃO COM A EDUCAÇÃO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 11, n. 27, p. 230-254, fev. 2019. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/622>. Acesso em: 15 nov. 2019.
Seção
Artigos