CRIANÇAS ATIVAS, APRENDIZAGEM E AFRO-BRASILIDADE: PENSANDO O APRENDIZADO AFRO-BRASILEIRO NA CASA DE SANTA BÁRBARA

Main Article Content

Yérsia Souza de Assis

Resumo

Este trabalho tem por finalidade fazer uma discussão inspirada nos textos e debates suscitados na disciplina Antropologia da Educação do programa de Pós Graduação em Antropologia da UFSC. Pretendo trazer as categorias discutidas em sala, como criança, aprendizagem, e, por conseguinte, também refletir sobre a noção de educação, conhecimento e saber, pensando a partir do espaço de culto a Iansã (Santa Bárbara) professado pela família Mota e Assis no povoado Aguada, Carmópolis/Sergipe, onde a presença da cultura afro-brasileira é intensa e intensificada. Parto também da minha experiência enquanto integrante desta família e também do culto, buscando perceber as crianças e suas experiências a partir deste ponto de interlocução. O objetivo é discutir como são as participações das crianças no espaço de culto, como elas observam, experimentam e tomam para si essa realidade, criando assim, um processo de aprendizagem sobre ser, e sobre o que é ser integrante de um culto de matriz africana.

Article Details

Como Citar
SOUZA DE ASSIS, Yérsia. CRIANÇAS ATIVAS, APRENDIZAGEM E AFRO-BRASILIDADE: PENSANDO O APRENDIZADO AFRO-BRASILEIRO NA CASA DE SANTA BÁRBARA. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 10, n. Ed. Especi, p. 530-548, jun. 2018. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/491>. Acesso em: 25 jun. 2018.
Seção
Caderno Temático