POLÍTICAS DE AÇÃO AFIRMATIVA: AGÊNCIA PARA A POPULAÇÃO NEGRA NO BRASIL

Main Article Content

Waschington Alves Guedes

Resumo

O presente trabalho é uma tentativa de romper a visão eurocêntrica que historicamente marginalizou a população negra e sua história, a partir da perspectiva Afrocentrada. Para tanto, utilizou-se os conceitos de agente, agência e desagência de Asante (2009). O objetivo é analisar como Ações Afirmativas, como por exemplo, a Lei 10.639/03, conquistada pelos movimentos sociais negros no âmbito das políticas públicas podem estar servindo de agências para a população negra se tornar agente de suas próprias histórias. Apresentando um recorte básico de resultados efetivos de Ações Afirmativas no campo da educação e do trabalho no Brasil e na Paraíba. Trata-se de um estudo exploratório, com uma abordagem qualitativa e quantitativa de cunho sociológico, a partir de indicadores produzidos e disponibilizados em plataformas survey e na literatura científica.

Article Details

Como Citar
GUEDES, Waschington Alves. POLÍTICAS DE AÇÃO AFIRMATIVA: AGÊNCIA PARA A POPULAÇÃO NEGRA NO BRASIL. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 10, n. Ed. Especi, p. 159-181, jun. 2018. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/427>. Acesso em: 17 dez. 2018.
Seção
Caderno Temático