UM RAIO X DO MOVIMENTO HIP-HOP

Main Article Content

Amailton Magno Azevedo Salomão Jovino da Silva

Resumo

O rap e o funk consolidaram uma nova estética negra nas periferias das grandes cidades brasileiras. Desde os anos 70 que o funk vem sendo incorporado pela juventude negra e pobre. Sobre o rap, podemos situar a década de 80 como tempo de formação de uma nova modalidade musical praticada por uma juventude com as mesmas características do funk. Em diálogo constante com as versões norte-americanas, seja pela via festiva do funk carioca e paulista, ou pela via ativista e militante do rap, essas duas musicalidades passaram a se firmar como símbolo de resistência cultural negra, pobre e periférica.

Article Details

Como Citar
AZEVEDO, Amailton Magno; SILVA, Salomão Jovino da. UM RAIO X DO MOVIMENTO HIP-HOP. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 7, n. 15, p. 212-239, fev. 2015. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/122>. Acesso em: 16 set. 2019.
Seção
Artigos