QUILOMBOLAS E ÍNDIOS: O DESAFIO DA CIDADANIA DA CONTEMPORANEIDADE NO RECONHECIMENTO DAS DIFERENÇAS

Main Article Content

Renata Câmara Spinelli Janaína R.B Bastos Daisy Fragoso Bruno Holanda

Resumo

Este artigo descreve uma pesquisa de campo de cunho exploratório realizada na Aldeia Krukutu (Parelheiros-SP), no Quilombo do Carmo (São Roque-SP) e no Quilombo do Campinho da Independência (Paraty-RJ). Buscou-se compreender se populações historicamente excluídas como negros e índios ainda se percebem como distantes do rol de cidadania. A partir de entrevistas aleatórias, agrupamos as falas em seis categorias em associação com a cidadania: 1) igualdade, 2) direitos, 3) territorialidade, 4) vínculos com a comunidade, 5) oposições e objeções à cidade e discriminações sofridas, 6) concepções de cidadão bom e mau. Concluímos que se perpetuam a desigualdade e a exclusão moral destas populações, que sofrem preconceitos e repetidamente são feridas em sua dignidade humana. Compreendemos que o respeito às suas culturas seria o primeiro passo para sua inserção à cidadania.

Article Details

Como Citar
SPINELLI, Renata Câmara et al. QUILOMBOLAS E ÍNDIOS: O DESAFIO DA CIDADANIA DA CONTEMPORANEIDADE NO RECONHECIMENTO DAS DIFERENÇAS. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 7, n. 15, p. 113-135, fev. 2015. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/117>. Acesso em: 16 set. 2019.
Seção
Artigos