ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRAS NAS ESCOLAS: RUMO AO DESVINCULAMENTO EPISTÊMICO

Main Article Content

Zelinda dos Santos Barros

Resumo

Contemporaneamente, o reconhecimento do direito à educação vem se traduzindo tanto no aumento do número de indivíduos negros no ambiente escolar e na reflexão sobre questões relacionadas às desigualdades raciais na educação como em um processo de visibilização dos/as negros/as como sujeitos, processo que culminou na criação de dispositivos legais que visam à mudança do processo de socialização ocorrido na escola. Neste artigo, visando reconstruir o processo de incorporação de conteúdos relacionados às áreas de História e Cultura Afro-brasileiras aos currículos escolares, faço um panorama histórico do acesso da população negra na educação. Concluo que a garantia do direito ao conhecimento da nossa própria história é um passo importante rumo ao necessário desvinculamento epistêmico.

Article Details

Como Citar
BARROS, Zelinda dos Santos. ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRAS NAS ESCOLAS: RUMO AO DESVINCULAMENTO EPISTÊMICO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 7, n. 15, p. 69-91, fev. 2015. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/115>. Acesso em: 16 set. 2019.
Seção
Artigos